domingo, 30 de janeiro de 2011

Você pode até saber

  O meu nome, o dia do meu aniversario, meu telefone, meu endereço, meu Orkut, MSN e Blog. Mas isso não vai fazer você me conhecer, não vai fazer você saber realmente quem sou, não vai fazer saber a minha historia, o que eu passei para estar aqui hoje e o que precisei para me tornar a pessoa que sou. Conhecer-me verdadeiramente não é saber qual é a minha cor preferida, musica que mais escuto, livro que mais leio ou a comida que mais gosto. Mas sim, saber do que eu tenho medo, o que me faz feliz, o que me deixa triste, o que pode ou não fazer quando está comigo, quais palavras ou atitudes usar. Conhecer-me verdadeiramente é saber me entender, saber me ouvir, me xingar e me dar forças quando preciso. Você talvez possa conviver comigo durante anos, mas não me conhecer realmente. Mas também pode me conhecer em questão de horas. Sou uma caixinha de surpresas, literalmente. Sei que são muitas poucas pessoas que me conhecem mesmo, que sabem de todos os meus medos, meus traumas, minha angustias, felicidades e meus limites. Então, se você acha que me conhece, pense melhor. Que talvez você nunca tenha me conhecido verdadeiramente.

5 comentários:

  1. Opa! Tô te seguindo...

    Retribui?

    http://pracantarebeber.blogspot.com/

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Você até que é bonitinha, hein.

    ResponderExcluir
  3. As vezes saber data ou conhecer de vista naum significa quase nada !

    o importante é vc saber quem cada pessoa é por dentro !

    Estou te seguindo, segue
    ATT,
    http://jeitomeninadeser.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. esse post e bem natural
    pois na minha opiniao
    ninguem nos conhece de verdade
    pois nos sentimos coisas diferentes a cada dia
    não da pra entender nossos corações
    parabéns pelo post

    ResponderExcluir